CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FINANCEIRAS

Agora é pra valer!…

Se você é daqueles que em pleno século 21, não acredita no cruzamento de informações, pode se preparar para ter dor de cabeça.

Infelizmente, ainda existem empresários que retém a documentação financeira, como se pudesse escondê-la de alguém.

Conclusão: A escrita contábil será elaborada com omissão de informações, e, se um dia, o empresário precisar do balanço, vai passar vergonha.

Que brasileiro não leva a sério contabilidade, não é novidade. Mas, não se pode tentar enganar os fornecedores, bancos, contadores e até a Receita Federal.

O Sistema Público de Escrituração DigitalSPED foi criado para avaliar inconsistências nas escritas contábil, fiscal e previdenciária.

E não adianta ficar revoltado e se virar contra o sistema, porque ele existe e já começou a fazer estragos.

Ficamos sabendo de um caso, que o contador ao preparar uma ECFEscrita Contábil Fiscal, puxou pelo e-CAC um relatório de informações da DIRF, para conferir o registro Y 570 da obrigação. Neste relatório continha não só as informações que o contador declarou na DIRF, a relação estava recheada de outras informações alimentadas por instituições financeiras. Ou seja, transações que sofreram retenção no ano e não foram devidamente contabilizadas.

Imagina o seguinte: No decorrer do ano, a empresa investiu no mercado financeiro quantias expressivas, mas por algum motivo não enviou a documentação para contabilidade.

Moral da história:

  1. A contabilidade foi elaborada sem qualidade, e não reflete a realidade e a história da empresa;
  1. A empresa deixou de compensar valores significativos de IRRF sobre todas as transações omitidas;
  1. No cruzamento dos SPEDs, serão observadas as inconsistências entre as obrigações federais validadas, ou seja, uma situação complexa para administrar com o fisco federal. Afinal de contas, quem esconde informações, alguma motivação deve ter. Não é verdade?

Para saber mais sobre cruzamento de informações, e SPED – ECF contate marcileia@saovicente.com.br e aproveite para saber também sobre e-financeira.

Marciléia Gorgônio Reis Criscuolo é técnica em contabilidade, formada em economia, com MBA em gestão empresarial, e participa do time da empresa há 35 anos.

Abaixo outras matérias que tratam desse assunto que podem interessar:

SPED – ECF

http://www.saovicentecontabilidade.com.br/servicos-de-contabilidade/sped-ecf

e-financeira

http://www.saovicentecontabilidade.com.br/servicos-de-contabilidade/e-financeira-2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *