Lucro Presumido

lucro_presumido_sao_vicente_contabilidade

O que é Lucro Presumido?

No Lucro Presumido, a escolha será uma vez por ano e a opção será irretratável, a formalização da opção tributária se dará pelo recolhimento do primeiro DARF. O cálculo do IRPJ e CSLL será trimestral levando-se sempre em consideração o faturamento auferido no trimestre.

As empresas que optam pelo Lucro Presumido, como o nome já diz, terão a sua margem de lucro presumida para apuração do IRPJ e da CSLL: 8% da receita bruta para o comércio e 32% para as prestadoras de serviços (exceto em lucros derivados de situações específicas). Sendo assim, mesmo que a empresa tenha obtido uma margem de lucro maior, a tributação será feita pela porcentagem pré-fixada.

Nas empresas que optam pelo Lucro Presumido o PIS e a COFINS são apurados pelo regime cumulativo, no qual a alíquota total é de 3,65% sobre o faturamento (PIS 0,65% e COFINS 3,00%) e não haverá direito ao abatimento de créditos.

O Governo impõe, um limite para que as empresas possam optar pelo Lucro Presumido, a partir de 01/01/2014 este limite passou a ser R$ 78 milhões. Vale ressaltar que outras situações devem ser observadas antes de qualquer decisão por uma ou por outra opção. É imprescindível contatar um Contador para que este Profissional possa preparar um estudo detalhado de todos os impactos tributários e financeiros.

Conte com a equipe especializada que tem mais de 60 anos de tradição no mercado de contabilidade para demostrar se o Lucro Presumido é a regime tributária mais vantajosa para a sua empresa. Conte com a São Vicente Contabilidade.

Os comentários estão desativados.