4 dicas fundamentais de contabilidade para comércio varejista

Nos dias de hoje, manter um negócio não é tarefa fácil. Existem diversas preocupações como compras, estoques, marketing, vendas, entre outras, que consomem o tempo (já escasso) do empresário. Dentre essas responsabilidades, uma delas faz toda a diferença no desempenho da empresa: a contabilidade para comércio varejista. Veja 4 dicas de como gerir de forma adequada e inteligente essa importante área empresarial.

1 – Contrate uma empresa de contabilidade de comércio varejista

Para manter a contabilidade de comércio varejista é preciso contar com um contador experiente ou um escritório, que tenha bons profissionais com conhecimentos específicos sobre o varejo, de legislação tributária e dos regimes de tributação definidos pela lei.

Escolha uma empresa de contabilidade que proporcione uma parceria eficiente. Assim, seu negócio terá todas as informações e orientações necessárias a fim de manter seus indicadores de desempenho e um registro fiel da movimentação financeira, fatores indispensáveis para a lucratividade, a competitividade e sua manutenção no mercado.

2 – Tenha um software de gestão de contabilidade de varejo

Para ampliar a produtividade e automatizar processos, é fundamental ter um software de gestão de contabilidade de varejo. Os sistemas mais eficientes, atualmente, são aqueles que utilizam programação em nuvem e inteligência artificial, integram serviços bancários, operadoras de cartões de crédito e até lojas virtuais.

Essas ferramentas permitem a contabilidade digital, integrando as informações lançadas pelo empresário com os dados auditados pelo escritório contábil. Uma enorme vantagem em tempos que o governo avança no Sistema Público de Escrituração Digital (SPED).

Ter um software desse é muito caro? Não. Existem várias empresas que oferecem produtos específicos para a contabilidade de comércio varejista, com preços acessíveis aos negócios de qualquer porte.

3 – Emita sempre todas as notas e mantenha as obrigações fiscais em dia

Com o advento das notas fiscais eletrônicas, especialmente da nota do consumidor (NFC-e), o Estado passa a acompanhar, em tempo real, toda a movimentação de entrada, saída e devolução de mercadorias. Isso permite identificar inconformidades e suspeitas de fraudes. Quando constatada a ilegalidade, a empresa pode ser autuada, multada e até interditada, dependendo da gravidade do caso.

Por isso, é importantíssimo fazer a emissão de todas as notas e manter em dia as obrigações fiscais da empresa. Nesse sentido, o escritório de contabilidade para varejo tem papel fundamental na correta execução de pagamentos, inclusive permitindo que o empreendedor possa pagar menos impostos de forma legal.

4 – Domine a contabilidade de custos no varejo

Um dos itens fundamentais para o sucesso dos negócios varejistas é a formação de custos. O empresário deve dominar todos os dados financeiros da sua empresa para fazer o cálculo correto dos preços de venda. É o que se chama de contabilidade de custos no varejo.

Os custos do comércio podem ser diretos ou indiretos, ou seja, relacionados, de forma direta, às mercadorias comercializadas ou com a manutenção da empresa. Todos eles devem ser atribuídos corretamente a fim de que o empresário possa ter conhecimento da lucratividade de sua empresa.

Por fim, lembre-se…

Manter a contabilidade do comércio varejista em ordem é uma atitude que exige atenção e rotina estabelecida, fazendo os lançamentos diários para conhecer o movimento financeiro, através do fluxo de caixa e ter esses dados em mãos atualizados. Dessa maneira, o empresário poderá sempre tomar as melhores decisões com relação ao seu negócio.

Entendeu? Comente abaixo sobre o post e, se quiser saber como podemos ajudar na contabilidade para comércio varejista, entre em contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *