Desafios e exigências da contabilidade de empresa exportadora

Em qualquer atividade empresarial, os tramites contábeis são burocráticos e devem ser seguido com atenção, para que sejam evitadas multas ou outras penalidades. Contudo, no comércio exterior, os desafios e exigências da contabilidade de empresa exportadora se apresentam ainda mais intensos.

Se a contabilidade é fundamental para todas as empresas, pois atua no cumprimento das obrigações financeiras, legais e fiscais, imagine só no âmbito do comércio exterior. Além da complexidade da legislação nacional ainda é preciso lidar com atenção com as normas e leis internacionais.

A contabilidade de empresa exportadora também é fundamental para garantir que todas as informações exigidas estejam corretas, com dados precisos, para facilitar a fiscalização aduaneira. As licenças de exportação e informações tributárias dos produtos exportados são itens de suma importância neste contexto.

Atividades da contabilidade para exportação

Um escritório ou um especialista em contabilidade para exportação pode analisar a carga tributária sobre os produtos desenvolvidos ou comercializados por sua empresa, a fim de obter o custo final deles. Este profissional, ou sua equipe, levanta e analisa os impostos relacionados ao comércio exterior, tais como:

  • Imposto de Importação;
  • PIS/COFINS;
  • Contribuição Social;
  • IPI;
  • ICMS;
  • ICMS ST;
  • Impostos Recuperáveis;
  • Taxas relativas às operações internacionais.

Na contabilidade de empresa exportadora ainda são realizados procedimentos em relação aos códigos constantes na Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM). Essa tabela é utilizada para determinar a natureza e a classificação fiscal de um produto ou mercadoria. Assim, é possível estabelecer a carga tributária e evitar problemas com o fisco.

Existem diversas as penalidades previstas em caso de descumprimento de obrigações legais em operações de exportação e importação. Caso a empresa envolvida não as respeite, existe o risco de apreensões, perda de cargas e até bloqueios de transações comerciais posteriores.

Além do mais, a empresa exportadora e importadora também corre risco de ter de pagar multas que podem gerar sérios prejuízos financeiros.

Lidando com as exigências da contabilidade de empresa exportadora

As exigências da contabilidade de empresa exportadora variam muito em relação aos objetos que são comercializados e nem todas as empresas dispõem de profissionais qualificados para lidar com a grande complexidade. Por essa razão, a experiência do contador para uma empresa exportadora é crucial.

Levando em conta a relação custo-benefício, a terceirização da contabilidade (outsourcing contábil) pode contribuir e muito para eficiência de uma empresa de comércio exterior.

Contratar um contadornormalmente sai mais caro do que terceirizar o serviço de uma empresa especializada em contabilidade de empresa exportadora, que ainda poderá oferecer uma estrutura de recursos humanos e técnicos voltados para este segmento específico de mercado.

Além disso, toda terceirização de áreas estratégicas e operacionais, como às da contabilidade, tem o efeito natural de permitir que o tempo, antes gasto nas atividades terceirizadas, passe a ser dedicado à outras atividades fundamentais para a empresa.

Um escritório especializado em contabilidade de empresa exportadora como a São Vicente Contabilidade oferece todo o suporte que seu negócio precisa para ter maior eficiência e redução de custos operacionais.

São mais de 70 anos de experiência no mercado, sempre trazendo vantagens perceptíveis aos clientes. Conte com nossos serviços de contabilidade especializada em comércio exterior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *